Sobre   Contato Usuário : Não conectado
Ultima Atualização : 26/02/2012 Data : 20 de Abril de 2014  
Maze
 Caboclas
» Cachoeira
» Cayçara
» Iara
» Jurema
 Caboclos
» 7 Cachoeiras
» 7 Encruzilhadas
» 7 Pedreiras
» Araribóia
» Arruda
» Cachoeira
» Cobra Coral
» Pantera Negra
» Pena Branca
» Rompe-Mato
» Tupinambá
» Ubirajara
» Ventania
» Vira-Mundo
 Ciganas
» 7 Facadas
» da Estrada
» das Matas
» do Pantano
» Gira Mundo
» Salomé do Egito
» Sarita
» Sulamita
 Ciganos
» Damiani
» Pablo
» Ramires
» Rodrigo
 Guardiãs
» 7 Encruzilhadas
» 7 Saias
» 7 Véus
» A Bruxa de Évora
» da Calunga
» Dama da Noite
» das Almas
» do Cemitério
» do Lodo
» Maria Farrapo
» Maria Molambo
» Maria Padilha
» Maria Quitéria
» Menina
» Pantera Negra
» Rainha 7 Cruzeiros
» Rainha 7 Encruzilhadas
» Rainha Domitila
» Rainha Rainha da Praia
» Rosa Caveira
» Rosa da Noite
» Rosa Negra
» Sete Rosas
 Guardião
» 7 Cachoeiras
» 7 Capas
» 7 Catacumbas
» 7 Covas
» 7 Cruzeiros
» 7 Cruzes
» 7 Encruzilhadas
» 7 Lira
» 7 Pedras
» 7 Portas
» 7 Porteiras
» 7 Sombras
» 7 Trevas
» Arranca-Toco
» Calunga
» Caminaloa
» Capa Preta
» Caveira
» Cigano
» Cobra
» das Almas
» das Matas
» do Fogo
» do Lodo
» dos Cemitérios
» dos Rios
» dos Ventos
» Ganga
» Gira Mundo
» João Caveira
» Mangueira
» Marabá
» Marabô
» Maré
» Meia Noite
» Mirim
» Mor
» Morcego
» Pantera
» Pedra Negra
» Pimenta
» Pinga Fogo
» Quebra Galho
» Quirombô
» Rei 7 Encruzilhadas
» Rei 7 Lira
» Serpente
» Tatá Caveira
» Tiriri
» Tranca Ruas
» Tranca-Tudo
» Tronqueira
» Veludo
 Malandros
» Maria Navalha
» Zé Pilintra
 Pretos Velhos
» Benedito Aruanda
» João das Almas
» João Ramalho
» Joaquim de Angola
» Maria Conga
» Maria Redonda
» Rei Congo
» Vovó Catarina
 Boiadeiros
» João Boiadeiro
» Navizala
» Tobias

Guardião Morcego

(Guland) - Apresenta-se astralmente sob a forma de um homem forte com uma grande Capa Preta e com um morcego desenhado no peito ou na forma de um grande vampiro. Trabalha com pembas, e com morcegos. Quando ele vem em trabalhos em terreiros para combater demandas ele faz uma forma de dança como se tivesse pegando seus inimigos com suas garras.

Kimbanda

Exu Morcego, Líder da 11ª Falange, subordinado ao Exu Calunga, nervoso, anti-social não é muito de prosa, mas quando faz algum tipo de trabalho como ele mesmo diz "vai buscar voando" e sempre cumpre com o que diz. Deve se ter um cuidado muito especial com este Exu, por ser considerado guardiões de muitos mistérios!!!

É considerado o Exu da morte, cura e vida. Diz-se uma entidade do ar que desceu do céu para decapitar os primeiros homens maias feitos em madeira. Seu assentamento leva ferradura e ouro. Guardião do umbral. Entidade que trás consigo o ritual do esgotamento das paixões terrenas onde o homem sai da roda de samsara e entra na vida, ou seja, em direção a luz, e também a entidade que aprisiona as pessoas apegadas às paixões terrenas e somente sai das cavernas quando realiza as verdades espirituais da vida. Suas oferendas são realizadas em cemitérios e pântanos.

Têm o poder de transmitir ou curar, à distância, qualquer espécie de moléstia. Os trabalhos são efetuados na hora grande, isto é, à meia-noite e, geralmente, na Magia Negra, onde são utilizados animais. Após o sacrifício esses animais estão sujeitos a contraírem, a raiva (hidrofobia), quando a finalidade desses trabalhos é feita com o propósito de enlouquecer algum oponente. A sua apresentação é a de um enorme morcego.

Características

Bebida vinho, absinto, conhaque
Fuma charutos, cigarros
Guia Vermelha e Preta com um morcego
Lugar matas, cavernas e encruzilhadas,cemitérios e pantanos
Metal Cobre
Mineral Quartzo Azul Escuro
Planta Mamona
Vela pretas, vermelhas e pretas

Pontos Riscados

Exu Morcego

Exu Morcego

Exu Morcego

Lendas de Exú Morcego

História #1

Em um castelo, inteiramente de pedra, mal cuidado e isolado no meio de uma floresta, típico daqueles pertencentes ao feudo europeu, vivia um homem branco e corpulento, trajando uma surrada roupa, provavelmente antes pertencente a um guarda-roupa fino. Percebia-se o desgaste causado pelo passar do tempo, pois ainda carregava uma grossa e rica corrente de ouro de bom quilate, com um enorme crucifixo do mesmo cobiçado material. Parecia viver na solidão, muito embora no castelo vivessem vários serviçais. Na torre do castelo, as janelas foram fechadas com pedra, e só pequenas frestas foram feitas no alto das paredes. A luz não podia entrar. A torre não tinha paredes internas, formando uma enorme sala, com pesada mesa de madeira tosca, tendo como iluminação dois castiçais de um só vela cada. Ao lado da tênue luz das velas, livros se espalhavam sobre a mesa, mostrando ser aquele homem um estudioso e que algo buscava na literatura. De braços abertos, com um capuz preto cobrindo sua cabeça, emitia estranhos e finos sons, tentando descobrir o segredo da conhecida Sagrada Arte. Pelas frestas da torre, entravam e saiam voando vários morcegos com os quais ele procurava inspiração e força para atingir sua conquista. Por quê? Não sei. A idéia e as razões eram da estranha figura. Parecia um homem de fino trato, transfigurado na fixação de atingir um poder que não lhe pertencia. Seu nome? Também não sei. Só o conheço incorporado nos terreiros como o querido mas temido Exu Morcego

História #2

A história dessa entidade vem de muito tempos atrás de uma época onde homens e gênios se união em magia para realizar as obras do mundo,exú morcego surgiu do desejo de um jovem amante da noite e dos morcegos,este apaixonado por uma jovem desejou tê-la sob todas as circunstâncias,ele era estudante das artes ocultas,e a maioria dos que formaram na quimbanda uma linhagem eram praticantes da goecia e strigoi,(magia vampirica),seres humanos que venderam sua alma não ao demônio caricato da igreja pois este,segundo a igreja descreve é bem diferente da potencia real existente na natureza e que para nós ocultistas é a face negra do Deus que é Deus e Deusa,luz e sombra e da nuance das duas o equilibrio de todas as coisas,sendo bem e mal relativos,voltando a história este jovem desejou muito um moça de grandes posses e que para ele era inacessivel,já naquela epoca os casamentos eram negócios a serem fechados entre familias ricas e eis que ela havia sido prometida a outro jovem rico.Tal jovem desesperado e já estudando a muito tempo a magia em todo seu espelendor,em uma noite entre as lua vermelha e negra invocou o gênio guland a origem de todos os vampiros e seres ligados a evolução dos morcegos,a crença e associação dos vampiros ao morcegos não é mera supertição tudo no mundo material tem seu reflexo no sobrenatural na forma de um gênio na luz e nas trevas sendo no ser humano feito o sábio equlibrio,somos instrumentos nada mais;tudo feito os elementso mágicos posicionados ,21 morcegos sacrificados eis que o jovem banha-se no sangue do animais e com as palavras certas conseguidas pelo esforço de anos de sua juventude junto a grandes praticantes ,este invoca o gênio Guland,aquele que possui o poder sobre o sentimentos mais negros desenvolvidos no coração dos homens,eis que este aparece como grande morcego mais parecido com os famosos gárgulas,oito asas negras de morcego,imenso com aspectos humanoides misturados as caracterisitcas dos morcegos,eis que Guland senhor da noite, aparece tal qual apreceu a Dracula dando ao mesmo o poder real sob seus dominios,eis que mais um ser humano se misturava ao reino do caos,realidade dos mundos sendo que todos conhecemos os mundos de caos,os expiatórios onde estamos e os regenetivos ,de glorias e a plenitude a qual costumam chamar de paraiso,em cada um destes duas linhas de evolução se desenvolvem a das leis ou elementais(seriam a alma das leis, pois não existeo inanimado tudo é vivo mas manifesto de forma diferente)e a humana(seres de efeito resultado do seres de causa os elementais,por isso eles levam um tipo de vida e evoluem diferente de nós,nós não existimos sem eles ,eles coecistem sem nós,causa existe sem efeito ,mas efeito não existe sem causa logo...)como dizia o jovem desejoso de adquirir a mesma proeza de dracula,e inspirado no contyo do mesmo sendo que tal jovem vivia num pais proximo a romenia,e sendo assim nasceu cercado com histórias sobre o famoso principe das trevas,Guland já ciente do desejo do jovem extende a pena de Lucifer e o tratado é feito,não existe pacto da forma como os homens entendem,mas sim a simbologia do ato , que denota em si que o individuo assume diante destes processos de lei manifestos(no caso Guland) a responsabilidade e ciencia dos seus atos,eis que assim que o rapaz assina o tratado,Guland solta um gizo tal qual infinitas falanges de morcegos fariam ,de forma sobrenatural e absorvendo o sangue dos morcegos junto com o do rapaz, sopra de novo este misturado junto ao rapaz que imediatamente se torna um misto de hoem e morcego,com poderes concedidos por parte de Guland,dominando a noite e seu mistérios,este reverencia Guland que com novo grito se desfaz na forma de inumeros morcegos desaparecendo na escura noite, deixando claro ao jovem que este não mais poderia ver a luz do sol,pois agora era regido pelos gênios da noite,e dessa forma era agora parte desta.Ao receber tal noticia este voa direto a sua amada que ao ver o meso a primeira vista se assusta relutando em aceitar o mesmo,este inconformado mata o pretendente da mesma,e passa a criar com mais força a lenda do vampiro,sua amada ao reconhecer o mesmo através de um amuleto que este carregava feito com pele de morcego vê que seu amado por amor se torna uma criatura tenebrosa por fora,mas que no intimo do seu ser é homem puro,esta pede que ele conceda o mesmo poder a ela,este reluta e não que que a amada se condene como ele,ela finge a primeira vista aceitar,mas sabendo que este adormecia em uma carverna de dia vai ao casebre do mesmo,um castelo abandonado onde este passou muito tempo estudando a artes de levitação e metamorfose,bem como invocações de gênios de ambos os poderes;vendo um livro de invocações está em noite propicia entre a lua vermelha e a negra,invoca Guland que acompanhado de Lilith a dama das Trevas concede a mesma o dom das trevas,sendo que ela se torna então a pombagira morcego,e juntamente com ele o então exu morcego,formam a linha mais forte de magia na qumbanda,e eis e ele diz "Eis que Lucifer me deu asas para nos céus proclamar o poder da quimbanda,e agora com minha contra parte feminina,minha amada eu sou o pássaro da noite,o pdoer da magia negra com asas.."e assim estes levaram adiante na europa a lenda dos vampiros,que são outro tipo de complexidade mistica a ser comentada em outra hora,bem como outras lendas sobre exus,sendo que foram classificados como exus aqui no brasil,sendo que muitos foram os seres humanos que receberam a marca de guland através do exu e da pomba gira morcego,e assim sua legião foi formada e cada ser humano carregava um servo em si da grande legião do gênio guland,tendo assim a missão de juntos evoluirem e assim se separerem para que a "maldição "assim se desfaça.

Total de Comentários(2), clique aqui para adicionar um novo comentário
Responder
27/05/2013 06:26:45 por : Walter Norton
Guland? exu morcego? Deixa de besteira, Exu não é o demonio, chega de tolice e tanta lenda fantastica. Isso não é Exu.. Com tudo pode ser kiumba, mais isso não é Entidade Exu. Kimbanda nãe é Kiumbanda, kimbanda não é magia negra!
Responder
25/03/2012 01:51:53 por : synture rawa hahamovici
Ao ser lido este texto,sentimos que devemos comunicar o seguinte - Cada Espírito,cada indivíduo,tem sua história evolutiva única, e assim é também com os seres masculinos evoluindo no astral próximo na identidade transitória - ainda que secular ou milenar - de Exus da linha Morcego.A bem da verdade,o morcego,enquanto ser vivo,tem um valor biológico natural só dele,e merece respeito,enquanto ser vivo integrante de um bioma específico.O eventual pavor de morcego justifica-se,por alguma experiência traumática que alguém possa ter sofrido com este animal,nada mais do que isso - e,felizmente,é também algo passageiro. Agora,quanto a lendas de vampiros,sangue,tenebrosidade,goécia(magia negra),muito cuidado,por um lado, com fantasias escapistas e,por outro,com coisas negativas,pois a magia está antes de mais nada em nossa mente - cuidado e CUIDADO TOTAL com o que pensamos e fazemos com relação a nós e ao próximo,pois é da Lei Maior isto - plantou,colheu - a não ser que modifique o tipo de plantio. Isso vale no físico,no astral e no sideral-kósmico. Os senhores Exus Morcego merecem todo respeito,por seus trabalhos a serviço da Lei na anti-Lei,em modalidades complexas e extensas,que,um dia,livrando-se de preconceitos e medos infundados,as pessoas irão aos poucos compreender melhor. Leitura ALTAMENTE recomendada na web,sobre a evolução de um abençoadíssimo Ser,um dos exus morcego - leiam o livro psicografado intitulado VIDA ETERNAMENTE VIVA. Deus Todo-Poderoso abençoe a todos nós,sempre e para sempre!!!
Visitas
3152738